pesadelo com drummond

21:17



vou te contar a história do leiteiro -



a história do leiteiro não é a história do leiteiro. nunca foi.

carlos quis nos fazer acreditar que alexandre/joão/pedro

o leiteiro

era dono de sua própria história.


não é verdade - não é a história do leiteiro

a história do leiteiro não corresponde à morte

a tal morte do leiteiro - sua história - não corresponde à morte do leiteiro

corresponde à morte verbal

dimensionada e travessada no texto


sim, eu vou te contar a história do leiteiro - a morte do leiteiro -

quando a coisa espessa escorre e a aurora brilha seu terceiro tom

vou te contar a história do leiteiro - tão - então


aquele leiteiro

brincando com as garrafas de leite

brincando com as garrafas de sangue

o leiteiro sereno e conformado - aquele estúpido e lesado -

não era um leiteiro


o leiteiro jamais foi leiteiro

o leiteiro jamais foi leite (língua             signo)

o leiteiro sequer sabia o que trazia na garrafa do olho


o leiteiro sim o verdadeiro leiteiro

leve e sutil como carlos dizia

escreveu poemas que ninguém lia

e compôs sem a pressa da profissão

cheiros e gostos brancos (    livres   profusos   )


o leiteiro - ah maldito leiteiro -

retro  cedeu    branco e preto e deformado

num mês de círculos confusos

leiteiro esperto - morto - leiteiro espanto

virado do avesso

retrovirado do verso


leiteiro leiteiro

ah, leiteiro leiteiro leiteiro leiteiro

sim, leitouro

l e i t e u r o


a história do leiteiro

é a última história sem luz.


_Gabriel Resende Santos_


Imagem: Tão perto, tão longe, de Nicollas Bilatto. 2012.


Delírio. Homenagem ao icônico "A Morte do Leiteiro", de Carlos Drummond de Andrade, texto por sua vez dedicado a Cyro Novaes.

You Might Also Like

1 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images