não preste atenção

17:24




dez pras
doze o despertar
insólito. hora do leite
a coluna de gelo
de cristal
na defesa da queixa.

garganta seca dor de cabeça,
a bebida
essa culpada. entre cartas
as fotos da filha
com o noivo bronzeado
um cartão bacana
acompanhando garrafas de vinho
barato

antigamente mais companhias
pra carregar no ombro
e fotografar a nudez. parece menos risível
que o hoje de fracasso profissional
e astrológico.
a noite te pede o hábito:
abrir as persianas cuidadosamente
jogar fora o dispensável, mover
o pesado corpo até a cozinha
onde tua boca
sedada, círculo de carne,
calcula a probabilidade
da mulher no freezer não gritar.

_Gabriel Resende Santos_

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images